Controle de chaves do imóvel no futuro. Será o fim delas?

 

E Você consultor imobiliário, já se imaginou visitando o imóvel em um futuro não muito distante, sem necessidade de levar as chaves ao mesmo? Ao pensar nessas questões tecnológicas, muitas dúvidas surgem para o consultor imobiliário.

Temos como exemplo o software de gestão imobiliária: valueGaia, da empresa l-value, onde o mesmo possui agenda virtual com acesso remoto entre outras funcionalidades para ajudar na gestão da carteira de clientes e imóveis.

Hoje, sabemos que a questão do acesso a alguns ambientes já utilizam de alguns recursos tecnológicos. Imagine você consultor salvando a sua biometria no sistema, para possibilitar ter acesso ao imóvel que ira vender. Isso tudo parece ficção não é mesmo? Mas, está mais próximo do que imaginamos.

O mercado disponibiliza várias tecnologias, podemos citar três: biometria, código de batida e NFC. Vamos entender como cada tecnologia poderá ajudar você consultor no futuro:

1) Biometria
Através da biometria o consultor vai coletar a digital no sistema no próprio smartphone onde vai ser possível informar o período de validade pré-estabelecida para possibilitar o acesso a um determinado imóvel.

2) Código de Batida
Hoje, já existe este sistema, chama-se: NoKey. O sistema permite que através de um código de batidas a porta seja destravada. Através do impacto das batidas, o sistema decodifica e libera o acesso ao imóvel onde também será necessário um período pré-estabelecido.

3) NFC
Esta tecnologia já esta inserida no smartphone e ao aproximar os aparelhos entre si, é possível trocar informações entre os mesmos. Com o sistema NFC enviando uma  identificação da pessoa e dispositivo, a imobiliária vai poder fazer a liberação por internet à fechadura do imóvel. Desta forma ao aproximar o smartphone que foi indentificado junto à fechadura o sistema libera a porta de entrada do imóvel.

O que podemos concluir com essas tecnologias? Que com elas, você consultor imobiliário, terá ainda mais flexibilidade para
trabalhar, uma vez que a maioria dos dispositivos são ativados via internet, não tendo a necessidade de marcar ponto de encontro para pegar as chaves ou mesmo correr o risco de perder as mesmas.

Fonte: Guia Seu Imóvel

 

Guia Você Busca – Impresso – Pág. 20.

Edição 64 – Ano 6 – 2017 – Vale do Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado