Cinco dicas para não errar na compra de esquadrias

Todos os dias, você abre e fecha uma porta ou janela, não é mesmo? Por isso, na hora da compra, é importante observar não só o preço, mas principalmente os benefícios que a esquadria proporcionará durante anos de uso.

Uma boa esquadria valoriza o imóvel, traz privacidade e segurança. Já o erro na compra pode acarretar em problemas e até a necessidade de substituição do produto, que resulta em quebras de paredes e de azulejos, poeira pela casa e outros desconfortos que ninguém deseja.

Antes de ir à loja ou mesmo durante a pesquisa na internet, algumas informações são fundamentais e contribuem para ampliar a vida útil do produto. A Sasazaki, fabricante de portas e janelas de aço e alumínio, dá cinco dicas sobre o que o consumidor precisa avaliar:

1) Local do imóvel

Para escolher o melhor modelo de esquadria e garantir conforto e praticidade aos moradores, leve em conta fatores como as condições climáticas, a direção dos ventos, o estudo de orientação solar – faces norte, sul, etc. – e se há prédios em torno do imóvel. Na dúvida, consulte o fabricante.

2) Harmonização

a esquadria deve ser compatível com as características do imóvel em termos de arquitetura e preferências. As escolhas certas das medidas, tipos de abertura da porta ou janela – direita, esquerda, central, ambos os lados -, matéria-prima e a definição das expectativas para cada ambiente – quartos com privacidade, salas iluminadas, cozinhas arejadas, banheiros de fácil limpeza, entre outros – determinam o bem-estar do ambiente.

3) Acabamento

Porta ou janela com qualidade inferior, rebarbas ou esquadros imprecisos podem ocasionar desde simples arranhões até ferimentos muito graves. Observe o acabamento, se o produto tem tratamento anticorrosão e, no caso de esquadrias prontas para instalação, se a pintura foi bem aplicada.

4) Qualidade e desempenho

Esquadrias precisam ser seguras e ter alta resistência a arrombamentos ou deformações causadas pelo uso. Não podem permitir a entrada de água ou de ar quando fechadas e devem abrir e fechar, pelo menos, 10 mil vezes sem precisar de manutenção. Para isso, observe se as esquadrias possuem marca com reputação no mercado, se o fornecedor consegue garantir assistência técnica e se realiza testes de qualidade.

5) Certificação

Portas e Janelas são itens importantes para a segurança física e patrimonial dos usuários.  Por isso, verifique se o fabricante oferece garantia e atende ao Programa de Certificação de Esquadrias para Edificações – é a certeza de que o Sistema de Gestão da Qualidade e os produtos atendem às normas e passaram pela avaliação de uma empresa certificadora acreditada pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

 

Informações: www.sasazaki.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado