Empresas têm até julho para aderir ao e-Social

Todas as empresas do setor privado com faturamento inferior a R$ 78 milhões têm até o dia 1º de julho deste ano para aderir ao e-Social – inclusive aquelas optantes pelo Simples Nacional e Microempreendedores Individuais. O e-Social unifica informações de 15 órgãos diferentes do governo federal, como Ministério do Trabalho, Caixa Econômica Federal, Secretaria da Previdência, INSS e Receita Federal.

De acordo com levantamento realizado pela Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas), menos de 10% das micro e pequenas empresas estão informadas sobre a exigência. Não cumprir as obrigações do sistema pode implicar multas que chegam a R$ 180 mil. Como o envio das informações pedidas pelo sistema é feito pela internet, o uso do certificado digital torna-se indispensável para assegurar o sigilo e a autenticidade dos dados.

O tema foi amplamente debatido, no último dia 29/5, durante Ciclo de Palestras Secovi na RMVale, conduzido pela instrutora da Universidade Secovi, Ivana Lopes Miranda, que esclareceu as dúvidas dos participantes sobre o impacto da nova regra para os condomínios e para as empresas do ramo imobiliário. “É fundamental conhecer as principais mudanças que afetarão os empregadores, funcionários, síndicos e administradores de condomínios a partir de julho e se planejar para atender a nova obrigatoriedade”, comenta Frederico Marcondes César, vice-presidente do Interior e diretor Regional do Secovi na Região Metropolitana do Vale do Paraíba

O Posto de Serviços do Secovi-SP emite essa certificação (e-CPF e e-CNPJ) a qualquer pessoa física ou jurídica, independentemente de ser ou não representado ou associado da entidade. Associados do Sindicato da Habitação, contudo, têm descontos especiais para a aquisição do serviço. Mais informações em (11) 5591-1306 ou pelo site http://certificadodigital.secovi.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado