Vantagens de ter um imóvel próprio pelo Minha Casa Minha Vida

Um dos maiores clichês relacionados ao mercado imobiliário é o “sonho da casa própria”, que se perpetua popularmente como um dos maiores objetivos financeiros e pessoais dos brasileiros. Idealizações à parte, ter um imóvel próprio é sim um passo importante rumo a uma maior tranquilidade financeira e estabilidade de gastos mensais entre despesas e investimentos.

Para a maior parte da população, a compra de um imóvel só é possível por meio de planos de financiamento e investimento, já que a compra à vista é uma operação que requer um alto capital em mãos. No entanto, a maior parte dos financiamentos exige um valor de entrada, mesmo que baixo, o que significa que o primeiro passo para a compra de um imóvel é começar a poupar o máximo possível dentro de orçamento mensal para realizar essa etapa.

“Encontrar o melhor programa de financiamento também é essencial para quem está em busca da casa própria, já que a escolha inadequada pode levar ao pagamento de juros elevados e de outras taxas eventuais pode encarecer a compra e elevar o valor investido”, observa Wingrid Xavier diretora comercial e marketing, da Promoval Incorporadora. Para fazer essa escolha, o primeiro fator a considerar é a renda mensal e, a partir disso, definir o melhor programa possível.

Investimento X despesa

Os valores de locação estão sujeitos a aumentos anuais e a eventuais reajustes. Embora a retração do mercado imobiliário tenha baixado consigo os valores de aluguel, os valores podem ser considerados bastante altos quando se pensa em seu pagamento como uma despesa e não como um investimento, como acontece em caso de compra.

Estabilidade

A estabilidade obtida com a compra de um imóvel, no entanto, vai além da componente financeira. Afinal, a locação tem um caráter provisório e a permanência no local depende muito da disponibilidade do local para esse tipo de transação – o locatário está sempre sujeito a possíveis rupturas ou não renovações do contrato, o que pode resultar em mudanças não esperadas e eventuais gastos com o processo de saída do local e as despesas de vistoria (pintura, recuperação do desgaste por tempo de uso e outros itens).

Programas de financiamento

Seja por opções bancárias ou por programas diretos com construtoras e incorporadoras, o financiamento é sempre uma das maiores pedidas para o comprador de imóveis brasileiro, o que torna essencial para os interessados conhecer e entender bem suas possibilidades. Um financiamento de imóvel na planta tem como desvantagem o tempo de espera da entrega, mas em contrapartida oferece taxas de juros interessantes e condições mais flexíveis de aceitação.

Minha Casa, Minha Vida

Um dos maiores sistemas vantajosos aos compradores é o Minha Casa, Minha Vida (MCMV), um programa do Governo Federal que se destina ao financiamento imobiliário para quem possui renda mensal de até R$ 7 mil . O MCMV oferece financiamentos para até 80% do valor total do imóvel, parcelando o valor em até 30  anos e com parcelas de no máximo 30% na renda mensal familiar, o programa ainda oferece subsídio de acordo com a renda familiar, para maiores informações consulte a rede parceira ou uma agência da caixa.

Pensamento a longo prazo

Estabelecer metas e objetivos a longo prazo nem sempre é tarefa fácil, mas é praticamente um consenso que chegar à maturidade vivendo em um imóvel próprio é uma grande facilidade quando se compara com a possibilidade de aluguel. Além da instabilidade, ainda é preciso considerar os custos com a locação e a dificuldade em encontrar linhas de crédito após uma certa idade. Por isso, vale a pena começar a pensar ainda na juventude em poupar e investir o dinheiro com ponderação e cuidado, o que leva o consumidor inevitavelmente a um pensamento de longo prazo e ao aumento da cautela financeira de modo geral.

Informações: www.promoval.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado