Penido Construtora: uma história de superação

Foto: Meeting Recanto da Baronesa.

 

Em 2014 o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP) ingressou com uma ação requerendo o embargo ambiental do AEROVALE, o que causou o embargo da obra e, consequentemente, um grande desencaixe no fluxo financeiro na Penido Construtora.

Após 01 (um) ano de negociação com o MPSP foi firmado um TAC e o embargo foi retirado. Mesmo assim, em março de 2015 a Penido entrou com o pedido de Recuperação Judicial. Corridos os prazos, em 25/07/2017, houve a realização da Assembleia Geral de Credores que deliberou pela aprovação do plano de recuperação judicial em todas as classes de credores existentes no processo de recuperação judicial.

E, em 28/03/2018, houve a homologação do plano pela juíza. A partir deste momento a Penido está liberada para vender seu ativo circulante, ou seja, os lotes que possui em seu estoque. Em 20/07/2018 foi emitido o documento que dispensa a necessidade de alvarás para passarmos as escrituras dos lotes vendidos para os clientes.

Depois de passarmos por todo este processo e por toda uma reestruturação na empresa, foi a  vez de reestruturarmos nossos empreendimentos para mostrarmos ao mercado que estamos de volta e com a mesma solidez que sempre tivemos. Passamos sim, por um período muito dificil, mas obstáculos superados, a Penido relança seu loteamento Recanto da Baronesa, agora de cara nova, como o primeiro Loteamento Agroecológico de São José dos Campos.

No último dia 18/10/2018 foi realizado o meeting com os corretors para apresentação deste novo conceito e contamos com mais de 150 corretores. Ficamos muito contentes com a recepção de todos e a empolgação por esta superação.

A Penido ressalta seu compromisso com seus clientes e com a entrega das obras dos seus loteamentos.

 

Fonte: Noeli Penido – Diretora Comercial

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado